2013 no meu blog: quase repeteco de 2012

10 01 2014

“A Sydney Opera House tem capacidade para 2.700 pessoas. Este blog foi visto cerca de  20.000 vezes em 2013. Se ele fosse um show na Sydney Opera House, seriam necessários mais ou menos 7 apresentações com ingressos esgotados para essa quantidade de gente assistir.”

2013_annual_report

Continue lendo »





Um exercício sobre “cantadas” para os meus amigos homens

16 09 2013
Calma! Eu vim em paz!

Calma! Eu vim em paz!

Exatamente uma semana atrás, em 9 de setembro, foi publicado o resultado da pesquisa “Chega de Fiu-Fiu”, feita pela jornalista Karin Hueck (tem matéria dela na Época também sobre isso, é um bom resumo dos resultados e contextualiza a coisa toda, vai lá ler) em agosto, por meio do site Think Olga. 7.762 mulheres (eu, entre elas) responderam às perguntas e outras tantas deixaram seus depoimentos (eu, entre elas, de novo) na área reservada para isso no site e o resultado é o que nós, mulheres, já sabíamos: 99,6% já foram assediadas em locais públicos e 83% não achou graça nenhuma e nem viu elogio nisso.

Foi um auê na internet: mulheres endossando o resultado e contando suas amargas experiências (quem não as tem?) e homens desdenhando e dizendo que isso é “exagero”, que a cantada deles não é assim, que “não se pode nem mais ser romântico e galanteador” e – o de sempre – que “a mulher bota uma sainha/blusinha/vestidinho e depois ainda não quer ouvir”. E a coisa é muito mais séria do que parece: simplesmente por fazer a pesquisa, Karen recebeu mensagens de ódio e ameaças até de agressão de homens que a acusavam de “mal comida” ou “fresca”. Uma vergonha.

Acompanhe meu raciocínio, colega homem.

Acompanhe meu raciocínio, colega homem.

Eu poderia falar horas sobre isso e citar um tanto de dados e textos, mas meu objetivo hoje não é esse. Quero me dirigir aos homens. Mas fique sossegado, caro leitor homem, não vim passar sabão em ninguém – de polêmica sobre isso, já bastou a semana passada no Facebook. Eu vim em missão de paz: o que eu quero é simplesmente propor um exercício, uma reflexão, do qual quero que você se lembre ao longo desse texto. Continue lendo »








%d blogueiros gostam disto: