Bio

Sol, ciclovia, eu.

Sol, ciclovia, eu.

Sou jornalista formada pelo Centro Universitário Newton Paiva em 2008. A faculdade fica em Belo Horizonte, mesma cidade onde nasci, em agosto de 1980. Tenho duas pós-graduações e escrevo como profissão e como prazer.

Gosto de aprender de tudo, não importa de qual área. Acredito que o bom jornalista deve sempre estar aberto a conhecer novidades, a ouvir mais do que falar. O conhecimento não ocupa espaço e ainda pode ser combustível para ótimos materiais.

A maior parte da minha experiência profissional foi em assessorias de comunicação integrada, onde eu fiz de tudo um pouco: produção gráfica, matérias para impresso e web, gestão de redes sociais, organização de eventos (desde a reunião de briefing até empurrar os móveis), apresentação de eventos, fotografia, ilustrações, diagramação, dobradura de folderes (brincadeira). Mas também tive passagens por uma revista e pelo setor de Marketing de uma empresa. Ultimamente, faço também freelas como modelo – juro! Não descartaria outras experiências, mas meu forte mesmo é escrever, criar conteúdo, o backstage.

Já quis ser muitas coisas na vida antes de escolher a Comunicação: artista plástica, desenhista, veterinária, administradora de empresas, bióloga, professora de Literatura, farmacêutica, designer. Mas não tem jeito, meu gosto por ler e escrever me trouxe aqui – apesar de eu ainda querer ser todas essas coisas. De tudo isso, ficou aquela capacidade de sempre ter um comentário sobre qualquer assunto, de sempre ter uma lembrança de algo interessante para participar das conversas. Acho ótimo.

O que eu gosto mesmo, de verdade, é estar na lida. Mas, se não estou trabalhando, gosto de passar meu tempo lendo e escrevendo, consumindo cinema e literatura, praticando atividades físicas, descobrindo restaurantes de todo tipo, e caminhando ou pedalando para pensar na vida.