O melhor presente para a mãe

10 05 2013

Dia das mães está aí, né. Já é neste domingo.

Estou vendo as lojas com dezenas de liquidações, desde roupas, jóias e viagens até os velhos clichês de panelas e máquinas de lavar para presentear a mãe no dia dela. Também tenho visto filhos entre o desespero por não ter grana e a resignação por não ter ideia de nada diferente para presentear.

Também sempre tem as flores, os bombons, os colares de macarrão e bolinhas de argila (eu tenho um!). Pois eu, pensando na minha experiência como filha e agora como mãe, comecei a pensar no que seria um bom presente. Pensei em algumas coisas que são fáceis, qualquer um pode dar, custam quase nada, duram muito e todo mundo sai tranquilo.

[Ok, há mães e mães. Como disse uma conhecida minha pelo Twitter, dia desses, tem gente que é filha da p*ta ao extremo, ruim desde a medula, mas o senso comum acha que, se é mãe, está tudo bem, pode abraçar, perdoar e dar presente, porque isso compensa tudo. Não, não compensa. Ser  mãe tem a ver com amor, mas não vou entrar nesse mérito porque é um assunto bem amplo, assim como as gradações de mães são bem amplas – tirando essas que são claramente fpds, lógico. Enfim, divago.]

Mas vejamos:

  • dia_da_maeAtenda ao telefone quando ela te ligar, mesmo que seja para dizer que você não pode/não quer falar;
  • Diga a ela onde você vai. O que que custa? É assim que se constrói confiança (e ela dorme a noite);
  • Comente da sua vida com ela, deixe-a participar – e pergunte pela vida dela;
  • Cuide das suas próprias coisas – saiba onde está sua carteira, seu celular, suas chaves, seus documentos;
  • Arrume a sua cama. Sério, você deveria fazer isso desde os oito anos de idade!
  • Recolha as suas coisas e guarde, você sabe melhor do que ninguém onde cada uma deve ficar;
  • Não reclame da comida;
  • Faça melhor: porque não saem todos para almoçar de vez em quando? (se você pagar a conta, o efeito é melhor)
  • Peça desculpas, ainda que não seja fácil;
  • Responsabilize-se pelo que for responsabilidade sua, desde o cachorro que você quis adotar até a sua conta de celular;
  • Respeite os gostos da sua mãe – vocês são de gerações diferentes, o que você esperava?
  • Ao invés de reclamar que a casa está uma bagunça, deixe de sair um fim de semana e pague uma diarista com esse dinheiro;
  • Mora fora, longe da sua mãe? Passe por cima do constrangimento que certas reuniões familiares causam e volte para vê-la sempre que puder;
  • Ouça muito e pense mil vezes antes de falar. Talvez nem fale.

Tem muitas outras coisinhas, mas até então eu lembrei dessas. Pensei nisso com base em muitas pessoas que eu conheço e já observei, adultas e crianças, que acham que agradar a mãe se resume a dar um presente em UM dia do ano e achar que a tarefa está feita, enquanto nos outros 364 dias a mãe serve só para preparar a jantinha quando o filhão chega da balada ou para recolher a roupa suja atrás da porta do quarto – e sem reclamar! Para esses filhos, sinto muito, mas preciso dizer uma coisa: olha, sua mãe te ama sim, mas isso não a obriga a suportar um filho/filha mala.

maeEu tenho um filho de nove anos e nos tratamos mais como amigos do que como mãe e filho mesmo. É claro que o “tá na hora do banho!”, “cadê seu para-casa?”, “vai comer tudo sim!”, “chega de videogame, vai dormir” e o “já escovou os dentes?” permanecem (são clássicos obrigatórios), mas meu maior foco na criação dele é ajudar na construção de uma pessoa que sabe de seus direitos e deveres, uma pessoa responsável e respeitadora. Não quero meu filho achando que sou empregada dele e nem gritando “manhê, cadê meu RG?” toda vez que sair de casa.

Eu derrapo no tratamento com a minha mãe de vez em quando, eu sei. Mas ser mãe me mostrou que as mães não têm que ser inimigas ou donas dos filhos (nem empregadas, lembrem-se). Se você praticar isso desde agora, no dia das mães não vai fazer diferença se você (caso seja mãe) ou a sua mãe ganharem ou não umas flores ou uma panela, porque todo o resto vocês já vão ter.

Anúncios

Ações

Information

One response

10 05 2013
lucaspinduca

Isso! :]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: